Sentimentos x alimentação: melhore sua relação com a comida!
Graziela Rezende

Você come quando está ansioso ou estressado? E depois do consumo, você sente que algo melhorou ou se sente culpado? Saiba como deixar de usar a comida como válvula de escape para aliviar as tensões do dia a dia.
Os nossos pensamentos influenciam no que sentimos e no que fazemos:
- Pensamentos distorcidos - ‘Estou gordo (a)’ ou ‘Chocolate engorda’: esses pensamentos são vistos como verdade e passam muito rápido pela cabeça das pessoas, mudando comportamentos e gerando consequências negativas.
- Sentimentos: pensar que está acima do peso ou que o seu alimento favorito engorda gera tristeza, frustação e ansiedade.
- Reações: sentir-se triste ou ansioso gera reações emocionais, comportamentais e fisiológicas. A pessoa sente aquele nó na garganta e, nesse momento, comer parece a ser a única saída.
- Consequências: quando a associação “sentimentos e alimentação” é frequente e o consumo alimentar torna-se exagerado, o peso aumenta, vem a sensação de culpa e de baixa autoestima, e todos os problemas ficam ainda piores. Esse é um círculo vicioso que precisa ser interrompido!
O que fazer? É preciso reconhecer os pensamentos distorcidos e substituir por pensamentos racionais para que as consequências negativas sejam evitadas.
A reeducação alimentar baseada no aconselhamento nutricional pode ajudar nesse processo, melhorando a sua relação com a comida. Os sentimentos deixam de estar ligados ao ato de comer e a alimentação torna-se mais prazerosa e natural.
Segundo as particularidades de cada um (expectativas, dificuldades, aspectos psicológicos e gostos), são realizadas atividades práticas e orientações personalizadas para incorporar e manter os hábitos saudáveis por toda a vida.
Lembre-se: o objetivo do atendimento nutricional é contribuir para a saúde e a qualidade de vida, com uma alimentação saborosa, equilibrada e sem culpa – o que não tem nada a ver com prescrever “dietas” ou proibir as pessoas de comer o que gostam.

Graziela Rezende é nutricionista formada pela USP. Atende em clínicas em Jundiaí (convênios e particular). Informações: 11-99670-0483 e grazi.rez@gmail.com