Celulite tem tratamento


No inverno temos a tendência de comer alimentos mais calóricos, entre eles massas, pizzas, pães e doces, que são ricos em carboidratos e com alta carga glicêmica, que se transformarão em açúcar e a taxa alta de glicose estimula a lipogênese (formação de células gordurosas) no organismo. Além disso, o frio também diminui a vontade de fazer exercícios físicos. No fim da estação podemos ter ganhado uns quilinhos a mais e muita celulite. Celulite é o “apelido” da Lipodistrofia Genoide, uma desordem metabólica localizada no tecido subcutâneo, que afeta quase que exclusivamente mulheres, provocando uma alteração na forma do corpo feminino.
Essa alteração do tecido celular subcutâneo, que se caracteriza por um acúmulo de gordura e retenção de líquido, é um processo inflamatório que produz uma reação fibrótica, que se manifesta em nódulos ou placas de variadas extensões e localização. As células do tecido subcutâneo aumentam de tamanho e exercem pressão sobre os vasos sanguíneos dificultando a circulação. Dessa forma, a pele toma aspecto de casca de laranja.
A nutrição estética e a estética são aliadas no tratamento da celulite. A nutrição estética, além da correção da alimentação, também faz uso da desintoxicação e da suplementação e de fitoterápicos e vai tratar a celulite por dentro.
Já a estética, com técnica de drenagem linfática (que indico para quem está fazendo acompanhamento nutricional, mesmo que não esteja fazendo tratamento estético), a lipocavitação, manthus, eletroporação, endermologia e uso de cremes específicos, vai tratar a celulite por fora. A sinergia desses dois tratamentos é que vai potencializar o tratamento, levando a resultados muito satisfatórios.
Mas não adianta extrapolar no inverno e quando chegar o verão correr atrás do prejuízo. Deve-se, pelo menos, fazer uma manutenção nas estações que antecedem o verão. E fazer caminhada (ou outra atividade física) regularmente e não deixar de tomar água.

Angela Giacomelli Stel é nutricionista e esteticista (11-96884-9929, 3446-4651)